Another Again

legendHavia uma década de rancor guardado no peito dele.

Mesmo passado tanto tempo, eu ainda sentia o ódio dele tão forte quanto no dia em que o expulsei de casa. Naquela época fui impulsiva e coloquei tudo a perder por pura vaidade, mas o Universo foi justo e eu pude sentir nos anos seguintes tudo o que causei na vida dele.

Nossos caminhos voltaram a se cruzar em momentos dispersos e aos poucos pudemos reconstruir um convívio civilizado, mas ainda longe de ser amável. Voltamos a nos falar sem medo das farpas e acabamos nos aproximando amigavelmente, trocando umas poucas confidências.

Certa noite entre bebericos de vodka com suco de maçã e papos de duplo sentido, o improvável tomou conta da situação. Eu nunca poderia prever aquele momento, apesar de tantas vezes ter pensado nessa remota hipótese. John Legend sussurrava no estéreo criando um climão para o que viria a seguir. Ele me perguntou o que poderia fazer por mim naquele instante – o que me faria feliz – e eu me limitei a responder com um sorrisinho sacana e uma virada de olho.

Entendendo o recado, ele se aproximou e lá fomos nós de novo, relembrar entre tapas e beijos o bem que um conseguia fazer ao outro. E o som soltava na trilha sonora: “It’s another again…”.

Música: Another Again (John Legend)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s