Hunting High And Low

a-haEu era chacoalhada silenciosamente em minha cama naquelas manhãs frias, a fim de não acordarmos meu pai, afinal dormíamos todos no mesmo quarto.

Soltava um grunhido preguiçoso e levantava numa lerdeza típica de quem ainda não acordara. Me arrastava até o chuveiro, onde a água me despertava instantaneamente. Vestia meu uniforme verde-bandeira de modo apressado para conseguir devorar meu pão com manteiga e bebericar meu café com leite antes de partir. Pegava a mochila, que equivalia a metade do meu pequeno corpo, e ia com minha mãe para o portão de casa. Em instantes o Tio Vicente aparecia.

A perua escolar, uma VW Kombi, geralmente estava cheia pois eu era a última passageira que ele buscava antes de rumar para a escola. A perua tinha dois lugares disputadíssimos pela criançada: o banco da frente e o chiqueirinho, lá no fundo do carro. Era esperado que os dois lugares da frente fossem cobiçados, pois ao sentar-se ali a criança tinha o privilégio de ver o caminho todo como o motorista via e ainda ficava perto do rádio (meu paraíso particular). O que eu não entendia era a tara da galera que queria viajar no chiqueiro, que na verdade era o maleiro da perua e não tinha banco nem nada. Não sei se eu era uma das prediletas, mas a moça que ajudava o Tio Vicente sempre reservava meu lugar no banco da frente, e eu viajava até a escola no melhor estilo “like a boss” todos os dias.

O Tio Vicente era um cara baixinho, sorridente e com um bigode inconfundível. Conversava e dava atenção para as baboseiras de criança que a gente falava. Mas comigo a relação era diferente por conta da música. Tenho bem marcada na memória a seleção musical que a gente curtia todas as manhãs na perua. Eram os mesmos sons que meus pais ouviam e eu arriscava cantarolar num enrolation descarado cada música gringa que ele colocava no toca-fitas. Tinha uma fita do A-ha que eu pirava, e ele achando graça colocava e acabava cantando junto. A nossa predileta era Hunting High And Low.

E ríamos. E cantávamos mais alto. E eu ficava triste quando chegava na escola.

Música: Hunting High And Low